PAPO DE ARTILHEIRO

15/01/2016 postado: 15/01/2016

  • Compartilhe:

Artilheiro do dragão em 2015, Bibi tem fome de bola em 2016.

Artilheiro do dragão em 2015, Bibi tem fome de bola em 2016.

Xodó da torcida, Bibi constantemente é comparado a Messi nas redes sociais.

Xodó da torcida, Bibi constantemente é comparado a Messi nas redes sociais.

De alma renovada, Leandro Kível garante que em 2016 os gols importantes vão voltar.

De alma renovada, Leandro Kível garante que em 2016 os gols importantes vão voltar.

Artilheiro do dragão em 2015 com 7 gols, o experiente atacante Bibi não vê a hora da temporada 2016 começar, para que ele possa voltar a marcar gols em partidas oficiais e fazer a alegria do torcedor proletário. Além de ter sido o maior goleador do Confiança na temporada passada, Bibi também foi um ótimo garçom, dando 8 assistências para que os companheiros também se consagrassem.

“Estou muito feliz por mostrar que sou útil para o time, e para o professor Betinho. Tive meu contrato renovado para mais uma temporada, e é muito bom poder mostrar o meu trabalho e, mais uma vez, vestir a camisa do Confiança, esse clube com o qual eu me identifiquei tanto. Fico muito satisfeito por também ajudar meus companheiros em campo e por mais essa artilharia em 2015”, diz o artilheiro do Dragão.

Para Bibi, hoje com 36 anos, a artilharia traz ainda mais responsabilidade. “Foi muito bom poder ajudar o grupo a conquistar o bicampeonato, e manter o Confiança na Série C. Eu me cuido bastante fora do campo, me alimento bem, respeito os momentos de descanso, e os limites do meu corpo, tenho uma alimentação balanceada e não perco noites de sono, então, essa artilharia vai me servir de inspiração para que eu me dedique ainda mais nos treinos e nos jogos, pois isso mostra que, apesar da idade, eu ainda tenho muita lenha para queimar”, diz Bibi.

Já a vice artilharia do Dragão em 2015 ficou com Leandro Kível, que marcou 6 gols durante a temporada. O terceiro lugar ficou com o maestro do elenco na Série C, o meia-armador Almir Dias, que já não faz mais parte do elenco Azulino.

“Primeiramente gostaria de parabenizar o Bibi, companheiro de longa data. O fato de jogarmos juntos há bastante tempo ajuda no entrosamento, e algumas dessas assistências que dele resultaram em alguns dos meus gols. Tive a oportunidade de ser o artilheiro de 2014, e dessa vez fiquei em segundo, o que também é um mérito. Sobre a minha atuação na temporada passada, sei que deixei um pouco a desejar. Passei por problemas, a parte pessoal acabou atrapalhando um pouco, pois perdi o meu pai no ano passado, e era muito apegado a ele, assim como sou muito ligado à minha família. Para mim foi um momento muito difícil da minha vida, e acabei ficando com a cabeça um pouco fora do lugar”, desabafou Lk-9.

Mas de alma renovada para essa temporada, Leandro Kível promete se redimir diante da torcida azulina. “Ainda sinto muito a falta do meu pai na minha vida, mas com o tempo a gente absorve mais as coisas e acaba aceitando, e compreendendo que, infelizmente, a morte faz parte da vida. Apesar de não render o esperado no ano passado, recebi muito apoio da minha família e da diretoria, além do carinho de muitos torcedores. Mas nesse ano de 2016 a história será diferente, pois me sinto bem mais leve, e com a cabeça em ordem, então o torcedor pode ter certeza de que, daqui para frente, as coisas vão acontecer normalmente e os gols voltarão a sair, pois nossa meta é conquistar o tricampeonato, e o acesso à Série B ”, disse Leandro Kível.