3 PONTOS, 3 GOLS

06/02/2016 postado: 06/02/2016

  • Compartilhe:

Após cruzamento de Pedrinho, Ney Maruim, de cabeça, empatou o jogo no Brejeirão.

Após cruzamento de Pedrinho, Ney Maruim, de cabeça, empatou o jogo no Brejeirão.

Artilheiro: de bem com a vida e com a torcida, LK-9 virou o jogo para o Dragão.

Artilheiro: de bem com a vida e com a torcida, LK-9 virou o jogo para o Dragão.

Deigo Ceará fez o terceiro gol, e sacramentou a vitória azulina.

Deigo Ceará fez o terceiro gol, e sacramentou a vitória azulina.

Apesar da condição deplorável do gramado do Brejeirão, o Confiança venceu o Amadense por 3 a 1 na tarde deste sábado (06), em Tobias Barreto, em partida válida pela abertura da 5ª rodada do Campeonato Sergipano 2016.

No primeiro tempo, o Confiança acabou não rendendo o esperado, muito em função do gramado ruim, e da falta de entrosamento entre os jogadores, visto que muitos dos atletas escalados ainda não tinham jogado juntos em partidas oficiais.

Diante de todas as dificuldades, a equipe do Amadense, já acostumada a jogar no Brejeirão, pressionou bastante o Confiança, e chegou a criar algumas boas chances de gol, levando perigo ao goleiro Henrique, que encarou a primeira partida como titular.

O primeiro tempo terminou em 0 a 0, e todos os gols da partida foram marcados na segunda etapa, mas foram os donos da casa que marcaram primeiro, aos 10 minutos. Mesmo atrás no placar, a equipe proletária se reorganizou, e, fazendo valer a melhor condição física e técnica, reverteu a situação.

O primeiro gol foi marcado por Ney Maruim, que após cruzamento de Pedrinho, empurrou a redonda de cabeça para dentro do gol. Como o gramado estava horroroso, o caminho encontrado foi a jogada aérea, e o gol da virada veio de uma casadinha que já trouxe, e continua trazendo, muita alegria à nação proletária. Leandro Kível, após cruzamento de Bibi, balançou a rede e fez 2 a 1 para o Dragão.

O terceiro tento foi marcado por Diego Ceará, sacramentando a vitória azulina e consumando a liderança do Confiança na competição, que após a vitória deste sábado somou 13 pontos, confirmando o favoritismo do time proletário.

“Foi um jogo duro, e acabamos sofrendo muita pressão no primeiro tempo. A condição do gramado está bem longe da ideal, e os jogadores acabaram tendo dificuldades também em função da falta de entrosamento. Foi difícil, sim, mas mostramos determinação, poder de reação e, principalmente, qualidade, que é a nossa maior característica, pois eu não tenho um time, tenho uma equipe, que mais uma vez mostrou ser forte e unida, pois time, ganha jogos, mas um campeonato só se vence com uma equipe”, disse o técnico Betinho.