DE VOLTA AO ESTADUAL

03/03/2016 postado: 03/03/2016

  • Compartilhe:

Atletas não relacionados e os que não iniciaram contra o Bahia fizeram treino físico-técnico no Sabino.

Atletas não relacionados e os que não iniciaram contra o Bahia fizeram treino físico-técnico no Sabino.

Os jogadores que começaram jogando contra o tricolor baiano fizeram funcional e banheira de gelo.

Os jogadores que começaram jogando contra o tricolor baiano fizeram funcional e banheira de gelo.

Após a derrota para o Bahia na Arena Batistão, no jogo da última quarta-feira (02), pela quarta rodada da Copa do Nordeste, o elenco azulino se reapresentou no Sabino Ribeiro, na tarde desta quinta-feira (03).

O resultado da partida acabou eliminando as possibilidades de o Dragão se classificar para a próxima fase da competição regional, o que faz com que o Gigante Proletário volte sua atenção exclusivamente para o Campeonato Sergipano, competição na qual o Confiança é líder, desde que se iniciou o Sergipão 2016.

Os atletas que começaram a partida contra o Bahia realizaram treino funcional sob a supervisão do assistente de preparação física, Márcio Chagas, e pelo preparador Carlinhos Silva. Em seguida, os atletas fizeram um tratamento de recuperação com gelo.

Já os atletas que não jogaram, assim como aqueles que entraram na partida no decorrer do segundo tempo, realizaram um treino físico-técnico no campo do Sabino Ribeiro. Os jogadores ainda fizeram treinos de finalização.

O técnico Betinho fez uma avaliação da participação do Confiança na Copa do Nordeste, e se disse insatisfeito com a campanha na competição. “Estou muito chateado, não só pelos atletas e comissão, mas também pela nossa torcida. Mas nós sabíamos que seriam jogos muito difíceis, pois caímos no grupo mais forte da competição, com duas das maiores e mais tradicionais estruturas do futebol nordestino”, disse Betinho.

O treinador proletário ainda destacou alguns pontos que merecem ser avaliados. “Apesar de termos perdido, não houve desistência ou corpo mole por parte dos atletas, e em alguns momentos da partida, jogamos muito bem e levamos perigo, criando situações de gol. Infelizmente, a bola não entrou. Agora é tocar o barco e preparar os atletas para o jogo contra o Lagarto”, disse o técnico azulino.