TÁ CHEGANDO A HORA

19/05/2016 postado: 19/05/2016

  • Compartilhe:

Com a estreia na Série C cada vez mais próxima, elenco azulino treina pesado.

Com a estreia na Série C cada vez mais próxima, elenco azulino treina pesado.

Cascata já treina com o grupo e pode jogar domingo contra o Asa.

Cascata já treina com o grupo e pode jogar domingo contra o Asa.

A estreia do Dragão do Bairro industrial na Série C do Campeonato Brasileiro da Série está cada vez mais perto. O Confiança faz sua primeira partida pela competição no próximo domingo (22), no Estádio Municipal de Arapiraca, em Alagoas.

O momento que os dois times atravessam tem muitas semelhanças, pois ambos não fizeram boas campanhas nos seus respectivos campeonatos estaduais e, justamente por conta disso, acabaram sofrendo uma grande reformulação.

“Assim como o Asa, nós hoje somo um novo Confiança, bem diferente daquele que disputou a Série C do ano passado e o Campeonato Sergipano desse ano. Ambas as equipes passaram por uma grande reformulação e, assim como nós, acredito que eles ainda  não alcançaram o nível ideal de entrosamento. O adversário joga em casa e terá o apoio da torcida deles, que certamente vai comparecer em peso. Mesmo assim, levando em consideração o nível técnico da nossa equipe, acredito que podemos, sim, voltar com esses três ponto para Aracaju e iniciar bem o campeonato”, disse Betinho.

Na tarde desta quinta-feira (19), o elenco proletário realizou um treino tático-técnico sob a supervisão de Betinho, que fez questão de trabalhar bastante a valorização da posse de bola e, principalmente, o posicionamento tático.

“Estou fazendo muitas repetições com eles, justamente para que eles assimilem essa questão do posicionamento tático, tanto defensivo quanto ofensivo”, disse Betinho, que ainda falou sobre o fato de jogar contra o Asa de Arapiraca, clube em que estava trabalhando antes de retornar ao Confiança.

“Para mim não muda nada, pois fiquei no  Asa por um período muito curto. Sem contar que são coisas do futebol. Hoje eu estou aqui, ontem eu estava no Asa, assim como, num futuro próximo, posso vir a liderar uma outra equipe e ter que jogar contra o Confiança. Faz parte da profissão, mas confesso que se fosse o contrário, se eu estivesse lá e fosse jogar contra o Confiança, aí sim eu sentiria um friozinho na barriga, pois fui e sou muito feliz aqui, afinal, são mais de dois anos afrente do Dragão, com importantes vitórias conquistas. Mas ainda assim, mesmo com esse grau de identificação que tenho com o Confiança, o profissionalismo falaria mais alto. O que me conforta é que eu não preciso pensar nisso, pois estou em casa”, disse o professor.

O treinador também disse que já tem duas possíveis formações em mente, mas que decidirá a equipe que vai iniciar a partida apenas momentos antes do jogo. “Posso iniciar a partida com duas possíveis formações, mas ainda teremos treinos na sexta-feira e no sábado, então ainda tenho tempo para pensar um pouco mais, avaliar a equipe e escolher os onze que vão começar jogando”, avaliou o professor.