EMOCIONANTE

03/06/2016 postado: 03/06/2016

  • Compartilhe:

Não coube na foto: os homenageados posaram para foto ao final do evento. (Foto: César de Oliveira)

Não coube na foto: os homenageados posaram para foto ao final do evento. (Foto: César de Oliveira)

União: Diretoria azulina comandou a homenagem em ritmo proletário.

União: Diretoria azulina comandou a homenagem em ritmo proletário.

Na noite da última quinta-feira (02), a Associação Desportiva Confiança realizou a solenidade de entrega da Comenda Sabino Ribeiro, honraria concedida pela agremiação azulina a personalidades que apoiam ou contribuíram para o desenvolvimento do esporte sergipano, assim como para o crescimento e a projeção do Confiança.

Como não poderia deixar de ser, a noite foi marcada por discursos inflamados de amor, respeito e consideração ao Dragão do Bairro Industrial.  Até mesmo os poucos torcedores de outros times, que ali estavam presentes, ressaltaram o orgulho que o Confiança traz dos gramados para o povo e o futebol sergipano.

E foram muitos discursos, mas nada de falas previamente construídas ou simples retórica. Não, nada disso. O espírito proletário tomou conta de todos e a premiação aconteceu como se fosse uma grande reunião de amigos que se juntaram para torcer pelo time do coração.

Da parte de todos e de maneira geral, o que se pode evidenciar foi o reconhecimento da grandiosidade do Confiança, da cada vez maior ascensão do clube no cenário futebolístico nacional, e da projeção que o clube proletário proporciona ao estado de Sergipe.

“Foi uma noite muito divertida e agradável, uma noite proletária. É sempre bom sentir essa energia positiva da torcida azulina, que é tão plural e diversificada quanto o povo brasileiro. Infelizmente, não é possível homenagear a todos aqueles que merecem em apenas uma edição do evento, mas os poucos que foram homenageados, em conjunto, representam toda a torcida proletária, pois é na união de todos que o Confiança se torna mais forte”, disse o presidente do Confiança, Luiz Roberto Dantas de Santana.