A DIANTE

06/09/2016 postado: 06/09/2016

  • Compartilhe:

Em João Pessoa, atletas do dragão treinaram na Praia de Manaíra.

Em João Pessoa, atletas do dragão treinaram na Praia de Manaíra.

Titulares fizeram musculação regenerativa na academia.

Titulares fizeram musculação regenerativa na academia.

Elenco do Confiança treinou com bola no Centro de Treinamento do ABC de Natal.

Elenco do Confiança treinou com bola no Centro de Treinamento do ABC de Natal.

Após o jogo contra o Botafogo da Paraíba, que aconteceu no último domingo (04), no estádio Almeidão, pela décima sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série C, o elenco proletário treinou na segunda feira em João Pessoa, de onde partiu para Natal na parte da tarde, onde enfrentará o América pela próxima rodada da competição.

Ainda em João Pessoa, o elenco foi dividido em dois grupos. O primeiro grupo, formado pelos atletas que iniciaram a partida contra o Botafogo-PB, realizou uma série de exercícios regenerativos e de relaxamento muscular na piscina de hidroginástica do hotel, enquanto os demais atletas fizeram um trabalho físico de força e resistência nas areias da praia de Manaíra. Em seguida, à tarde, 1a delegação proletária viajou para Natal.

Na capital potiguar, a delegação proletária contou com o apoio do ABC de Natal, que disponibilizou toda sua estrutura para que o Dragão pudesse se preparar para o confronto contra o América, que acontece no próximo sábado (10), na Arena das Dunas.

Na terça-feira (06), o elenco proletário trabalhou no Centro de Treinamento do ABC de Natal. O grupo que iniciou o jogo contra o Botafogo realizou um trabalho de força e musculação na academia do clube e finalizou o treino com um trote ao redor do campo. Os demais atletas do grupo também realizaram musculação na academia do ABC e, em seguida, fizeram um treino com bola em campo reduzido com o técnico Roberto Fernandes e o auxiliar Leandro Sena.

Apesar do resultado da última partida não ter sido positivo, o técnico Roberto Fernandes ainda mantém a esperança de reverter a situação. “Temos que ter esperança. Temos que acreditar. É nossa obrigação continuar lutando. Conseguimos segurar a pressão do Botafogo durante o jogo todo, praticamente. Foi um pecado levar aquele gol aos 49 minutos, mas futebol é assim mesmo, e nós não tempos tempo para lamentações. Agora é focar no América e continuar trabalhando pesado”, disse o treinador proletário.