Sabino Ribeiro: um estádio com muitas memórias

30/04/2015 postado: 30/04/2015

  • Compartilhe:

Abaixo a torcida tomando as dependências do está

Abaixo a torcida tomando as dependências do está

O governador José Machado de Souza cortando a fit

O governador José Machado de Souza cortando a fit

Paulo Lumumba foi autor do primeiro gol no estádi

Paulo Lumumba foi autor do primeiro gol no estádi

Elenco e comissão técnica com as faixas de campe

Elenco e comissão técnica com as faixas de campe

Felipe Leite e Ítallo Romany

Nesta sexta-feira, 1º, o Confiança completa 79 anos de fundação. A data também marca o aniversário de um importante símbolo do clube proletário: o Estádio Sabino Ribeiro, que está completando 60 anos de existência. Conheça um pouco da história da casa do Dragão do Bairro Industrial.

Fundada em 1º de maio de 1936, a Associação Desportiva Confiança somente se filiou na Federação Sergipana de Desportos em 1948, com o intuito de disputar competições oficiais de futebol. Na mesma época, o estádio Adolpho Rollemberg, principal palco do futebol sergipano, encontrava-se abandonado por seus proprietários. O Governo do Estado iniciou então a construção do Estádio de Aracaju. Enquanto as obras aconteciam, a alternativa era disputar os jogos no campo do Tobias Barreto.

Diante dessa situação, e motivado pelos exemplos de Estância e Neópolis, José Montes, presidente do Confiança à época, já idealizava a construção de um estádio próprio para o clube. E esse sonho se concretizou em 1º de maio de 1955, quando o Sabino Ribeiro foi inaugurado. O primeiro jogo realizado na praça esportiva foi contra o Passagem, com vitória azulina por 4 a 0. Coube a Paulo Lumumba a honra de marcar o primeiro gol.

A nova casa foi pé-quente para o time. Ainda em 1955, o Dragão sagrou-se campeão do 1º Turno do Campeonato Municipal. Na decisão, após vencer o Sergipe por 3 a 1 no Estádio Adolpho Rollemberg, aconteceu o primeiro impasse histórico. A Federação Sergipana de Desportos, presidida à época por Manoel Moura Filho, vetou a realização do segundo jogo da final no Sabino, levando o presidente proletário a tomar uma decisão radical, afastando-se da Federação e encerrando as atividades do clube.

Em 1957, o Confiança retornava suas atividades e, logo na reestreia, fez história mais uma vez. A vitória sobre o Bonsucesso foi a primeira de um clube sergipano contra cariocas. E foi neste mesmo gramado que o Dragão recebeu craques como Ademir da Guia, Manga, Ubirajara, Zózimo entre outros, em duelos que ficaram para a história. Com a camisa azulina, craques como Roberto, Ticarlos, Alfeu, Jurandir, Debinha, Daniel, Beto, Ruiter, Vevé e outros tantos mostraram todo seu talento.

Em 1969, o Confiança conseguiu outro grande feito. Ao bater o arquirrival por 2 a 1, sagrou-se campeão sergipano de 1968, de forma invicta. Foi meio que uma “despedida oficial” do Proletário, afinal, com a inauguração do Estádio Lourival Baptista, o Batistão, o Dragão passou a mandar seus jogos no “Colosso da Praia”, restando ao proletário sediar os treinos e jogos menores.

Em 2014, com a última reforma do Batistão, o Governo do Estado promoveu a instalação de refletores tanto no Proletário quanto no João Hora. E no dia 20 de março, foi inaugurada a iluminação do Proletário, realizando um antigo sonho do Dragão. A partida que marcou a inauguração da iluminação artificial, coincidentemente, foi contra outro clube ribeirinho, o Canindé. O Dragão goleou por 4 a 1, com Vinícius marcando o 1º gol noturno.

Ainda em 2014, na semana do duelo decisivo contra a Jacuipense, a torcida proletária compareceu em peso ao último treino, para apoiar o time que, no dia seguinte, entrou em campo e garantiu a classificação às Semifinais da Série D, garantindo o acesso à Série C de 2015, primeiro acesso de um clube sergipano.

Por isso, neste 1º de maio, a torcida azulina e o Confiança tem muito o que celebrar: 60 anos de um templo cheio de histórias e de vitórias.

Segue a lista de duelos marcantes realizados no estádio:
01/05/1955 - Confiança 4-0 Passagem
22/05/1955 - Confiança 6-1 Sergipe
18/02/1957 - Confiança 3-1 Bonsucesso (RJ)
30/01/1961 - Confiança 1-1 Bangu (RJ)
19/01/1961 - Confiança 10-1 Itabaiana
22/10/1961 - Confiança 3-1 Bahia
16/01/1964 - Confiança 4-1 Campinense (PB)
06/09/1964 - Confiança 2-1 Ceará (CE)
15/11/1964 - Confiança 7-1 Cotinguiba
01/05/1965 – Confiança 4-4 Campinense (PB)
23/02/1969 - Confiança 2-1 Sergipe