O XADREZ DE BETINHO

31/07/2015 postado: 31/07/2015

  • Compartilhe:

Betinho realizou treino tático nem Carmópolis.

Betinho realizou treino tático nem Carmópolis.

Preparador Carlinhos bota os jogadores para suar a camisa antes do treino.

Preparador Carlinhos bota os jogadores para suar a camisa antes do treino.

Na preparação para o jogo contra o Asa de Arapiraca, que acontecerá no próximo domingo (2), o elenco do Confiança viajou para Carmópolis na tarde desta quinta-feira (30), para treinar no campo do extinto River Plate de Sergipe.

Após trabalho de aquecimento e alongamento, realizado com o preparador físico Carlinhos, o técnico Betinho dividiu os atletas em dois times, e realizou um trabalho tático em dois períodos, e com a ajuda do auxiliar técnico Alan Dotti, orientou os jogadores quanto ao posicionamento estratégico das jogadas de ataque e defesa.

Após o exercício tático, Betinho realizou um trabalho de finalização com os jogadores que, durante os jogos, se aproximam mais do gol. Foram simuladas várias situações de ataque, repetidas e invertidas por muitas vezes.

 “Tem que arriscar, Tem que chutar. A repetição já faz com que o chute a gol aconteça naturalmente, assim que o jogador perceba uma oportunidade, vai ser um jogo difícil, e eles vão jogar com o apoio da torcida deles. Não poderemos nos dar ao luxo de desperdiçar oportunidades”, disse Betinho.

 O exercício também foi muito proveitoso para Rafael Sandes - agora titular na meta azulina, após a saída de Éverson - que fez grandes defesas e arrancou elogios dos companheiros e da comissão técnica. O preparador de goleiros João José, que sempre pega pesado no treinamento dos arqueiros do Dragão, garante que Rafael Sandes está preparado para assumir a responsabilidade e encarar o desafio.

“Qualquer um dos goleiros do Confiança está apto a assumir o gol, em qualquer ocasião. A preparação é a mesma. O Rafael tem características diferentes da de Éverson, mas é um grande atleta. Sempre esteve comprometido com as metas da equipe, nunca deixou de torcer por Éverson, e depois que assumiu a titularidade, passou a se dedicar e se cobrar mais do que já fazia”, disse J.J.