É TEMPO DE TREINAR

09/10/2015 postado: 09/10/2015

  • Compartilhe:

Comissão técnica joga duro e atletas treinam pesado no Sabino Ribeiro.

Comissão técnica joga duro e atletas treinam pesado no Sabino Ribeiro.

Rafael Sandes é a certeza de gol fechado contra o Londrina.

Rafael Sandes é a certeza de gol fechado contra o Londrina.

Na tarde desta quinta-feira (08), o elenco do Confiança passou por mais uma tarde de treinamentos físicos e técnicos, nos quais a comissão técnica vem, num esforço coordenado, aprimorando a condição física dos atletas, e o estilo de jogo da equipe azulina.

O treino aconteceu no campo do Sabino Ribeiro. Para o preparador físico Carlinhos Silva, uma sobrecarga de exercícios físicos é algo totalmente desnecessário, visto que o próprio treinamento com bola é complementar, e já exige do atleta bastante esforço.

“Temos tempo para trabalhar, então não há necessidade de sobrecarga de exercícios funcionais ou musculação. Nós, da preparação física, fazemos os trabalhos de musculação e os exercícios funcionais com os atletas, pois servem justamente para fortalecer e preparar o corpo dos jogadores para as situações de jogo que são simuladas nos trenos, só que com menos intensidade que uma partida oficial. Mas o próprio exercício, por si só, já estimula a fisiologia do atleta e funciona como complemento do que trabalhamos na academia”, explicou o preparador Carlinhos.

Acompanhado do auxiliar Alan Dotti, o professor Betinho coordenou o treino, no qual as situações que frequentemente ocorrem no jogo são simuladas repetidas vezes. Para o técnico Betinho, o primeiro jogo contra o Londrina pode ser encarado como o termômetro da segunda partida.

O treinador afirma que o elenco está totalmente focado no segundo confronto contra os paranaenses, e que o fato de o time não poder contar com o apoio massivo da torcida não será empecilho nenhum, visto a excelente campanha do Confiança no returno da Série C, principalmente jogando fora de casa.

“O jogo de domingo já ficou para trás. Agora o nosso foco é o próximo. Seria ótimo entrar em campo com uma vantagem, mas jogaremos fora casa, e enfrentaremos um time que vai contar com o apoio total da torcida. É claro que, jogando em casa, a responsabilidade aumenta, e eles terão que vir para cima, mas nós temos qualidade para chegar lá e conseguir o resultado necessário”, disse o professor Betinho.