NÃO DEU

20/12/2015 postado: 20/12/2015

  • Compartilhe:

Dragãozinho Sub-17 lutou bravamente até o final, mas o resultado não veio.

Dragãozinho Sub-17 lutou bravamente até o final, mas o resultado não veio.

Equipe não se encontrou em campo, e perdeu na final, mas Confiança tem vaga garantida na Copa SP 2016.

Equipe não se encontrou em campo, e perdeu na final, mas Confiança tem vaga garantida na Copa SP 2016.

O elenco do Dragãozinho Sub-17 do Confiança foi à Itabaiana no último sábado (19), onde disputou a final do Campeonato Sergipano Sub-17, no Estádio Presidente Médici, contra o Sergipe.

A equipe do Dragãozinho lutou bravamente do início da partida, até o apito final, mas, apesar de ter feito a melhor campanha durante toda a competição, a garotada do Sabino Ribeiro não conseguiu se encontrar em campo, nem impor o ritmo do jogo, e acabou perdendo para o maior rival por 2 a 0.

Depois de um primeiro tempo apagado, sem grandes lances, nem boas jogadas para ambos os lados, a etapa inicial da partida terminou em 0 a 0. No segundo tempo, o adversário assinalou os dois tentos da partida, que teve um momento de tensão, no qual dois jogadores se desentenderam (um de cada time), o que gerou um princípio de tumulto, rapidamente controlado pelo árbitro da partida, que expulsou um atleta de cada time.

Apesar do time Sub-17não ter vencido, Fernando Andrade, diretor das categorias de Base do Confiança, avalia o ano de 2015 como positivo.

“Nossos atletas da base sempre vêm se destacando, e nossa escolinha é cada vez mais mais procurada por novos alunos. Tem sete anos que vencemos tudo, mas nesse ano não deu, e a vida é assim mesmo, não dá para vencer todas sempre, mas se pararmos para avaliar friamente, o ano não foi de todo ruim, não. Nós disputamos as finais nas três categorias, Sub-15, Sub-17 e Sub-19. Vencemos na Sub-19, o que nos garantiu uma vaga para a Copa São Paulo de 2016, que é a competição mais importante para todas as equipes de base do Brasil, e para a Copa NE Sub-20 do próximo ano, assim com disputamos a edição deste ano da Copa NE, também. Agora é levantar a cabeça e continuar trabalhando”, avaliou o dirigente.