DRAGÃO SOLIDÁRIO

23/12/2015 postado: 23/12/2015

  • Compartilhe:

Crianças e adolescentes da Casa Santa Zita recebem carinho, educação e desenvolvem suas aptidões nas oficinas realizadas na instituição.

Crianças e adolescentes da Casa Santa Zita recebem carinho, educação e desenvolvem suas aptidões nas oficinas realizadas na instituição.

A Casa Santa Zita oferece perspectiva de vida a Jovens em situação de vulnerabilidade social.

A Casa Santa Zita oferece perspectiva de vida a Jovens em situação de vulnerabilidade social.

Acompanhada de Vanessa, Irmã Lourdes posa ao lado de parte dos alimentos doados pelo Confiança.

Acompanhada de Vanessa, Irmã Lourdes posa ao lado de parte dos alimentos doados pelo Confiança.

A arrecadação de alimentos realizada durante o Domingo Azul e Branco, evento ocorrido no dia 13 de dezembro que marcou a apresentação do elenco azulino e oficializou o início da pré-temporada para o ano de 2016 foi um sucesso dentro e fora do Sabino Ribeiro.

Além de comparecerem em peso e agigantar o evento, a torcida azulina comprou a proposta solidária do evento, e doou alimentos em grande quantidade. Foram pouco mais de 100 kg de alimentos arrecadados, que foram doados à instituição Casa Santa Zita, localizada no Bairro São Cristóvão, em Aracaju.

A Casa Santa Zita atende a setenta e nove crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social - uma delas portadora de necessidades especiais, a Vanessa -, ofertando a esses jovens alimentação, e a complementação da educação familiar e escolar, com  oficinas de dança, capoeira, música e informática, além de outras atividades.

A irmã Givanira Neres dos Santos, diretora e presidente da instituição, agradeceu ao Confiança pelos donativos, e disse que ações desse tipo são de grande importância para a continuidade desse relevante trabalho humanitário e social.

“Somos muito gratas ao Confiança. A Casa Santa Zita depende de doações e do trabalho voluntário das pessoas que fazem parte desse projeto para continuar atendendo a esses jovens. Todos eles estudam, mas como a escola os ocupam por apenas um turno, e os pais e mães deles precisam trabalhar e não contam com ninguém para cuidar de seus filhos, eles ficam aqui aprendendo outras atividades, ao invés de ficarem sozinhos em casa, ou soltos pelas ruas, aprendendo o que não devem”, diz a freira.

Além da Irmã Gilvanira, a instituição funciona com a ajuda de mais 5 freiras, além dos voluntários que desenvolvem as oficinas para os jovens. A Casa Santa Zita fica na Rua São Cristóvão, 1805, no Bairro Getúlio Vargas. Os interessados em conhecer um pouco mais sobre as ações desenvolvidas pelas irmãs, e ajudar de qualquer forma, podem procurar pela página da instituição na internet, ou no Facebook.