ADEUS ANO VELHO

30/12/2015 postado: 30/12/2015

  • Compartilhe:

Treino coletivo serviu para movimentar os jogadores profissionais e os garotos do Sub-19.

Treino coletivo serviu para movimentar os jogadores profissionais e os garotos do Sub-19.

Para os técnicos Batista, da base, e Betinho, do profissional, o exercício foi proveitoso para os jogadores.

Para os técnicos Batista, da base, e Betinho, do profissional, o exercício foi proveitoso para os jogadores.

Do alto, os técnicos Batiste e Batinho, e o auxiliar Alan Dotti, observaram os atletas durante o coletivo.

Do alto, os técnicos Batiste e Batinho, e o auxiliar Alan Dotti, observaram os atletas durante o coletivo.

O time profissional do Confiança realizou, na manhã desta quarta-feira (30), um treino coletivo com a equipe Sub-19, que viaja na quinta-feira (31), para São Paulo, onde vai disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Foram dois tempos de 45 minutos, nos quais os treinadores Betinho, do profissional, e Batista, da Base, puderam observar o desempenho dos atletas e fazer suas respectivas avaliações, pois além da preparação dos meninos da Base para a Copa São Paulo, o trabalho serviu pra soltar um pouco os jogadores do profissional, que após a virada do ano enfrentam uma série de amistosos e jogos-treino para finalizar a pré-temporada.

O jogo terminou com o placar de 4 a 0 para os profissionais, com gols marcados por Warley, e Wallace Pernambucano, no primeiro tempo, e por Éverton Santos e Leandro Kível, na segunda etapa da partida, mas, para ambos os treinadores, o placar não foi o mais importante.

“Eu gostei muito da atuação dos meus jogadores, principalmente no primeiro tempo do exercício. Eles se portaram muito bem, se movimentaram bastante. Jogo-treino contra o elenco profissional é sempre muito bom, os garotos ficam mais motivados, querem mostrar serviço”, diz Batista, treinador do Sub-19.

O professor Betinho, assim como Batista, também aproveitou a ocasião para movimentar todos os atletas do plantel. O técnico azulino gostou do treino, que julgou ser proveitoso, e elogiou a postura dos atletas do profissional, inclusive dos recém-contratados. Para ele, o placar também é o que menos importa.

“O placar é o de menos, o importante é que o jogo foi muito proveitoso, e eu gostei do desempenho dos atletas. Eles puderam se soltar um pouco mais. Gostei do comportamento dos novos jogadores, pois eles mostraram que estão assimilando bem aquilo que tenho passado para eles no que diz respeito à parte tática. Eles sentiram um pouco a parte física no final do exercício, mas é normal. Pelo que vi hoje, creio que faremos boas atuações nos amistosos que tempo pela frente”, disse o treinador azulino.