MANDOU BEM

07/01/2016 postado: 07/01/2016

  • Compartilhe:

Confiança atuou muito bem e venceu o Foorça Jovem por 7 a 0.

Confiança atuou muito bem e venceu o Foorça Jovem por 7 a 0.

Momento da cobrança do pênalti convertido pelo meia Éverton Santos.

Momento da cobrança do pênalti convertido pelo meia Éverton Santos.

Técnico Betinho gostou do desempenho dos atletas, e elogiou o elenco:

Técnico Betinho gostou do desempenho dos atletas, e elogiou o elenco: "Muito proveitoso. Gostei".

Depois de meses sem ver o Gigante Proletário entrar em campo, a torcida azulina pôde matar a saudade em grande estilo, vendo o time proletário bailar em campo, e vencer o primeiro jogo-treino do ano pelo elástico placar de 7 a 0.

O professor Betinho entrou em campo com a seguinte formação para o primeiro tempo: Henrique, Caíque, Carlinhos, Valdo, Izaldo, Elielton, Amaral, João Guilherme, Júnior Paraíba, Diego Ceará e Leandro Kível.

O primeiro tento foi assinalado pelo lateral direito Caíque, que após uma plástica jogada individual, chutou para o gol sem chances de defesa para o goleiro do Aquidabã. Depois disso, o confiança marcou mais 3. Um de Éverton Santos, de pênalti, um de Leandro Kível, de cabeça, e o último gol da primeira etapa foi marcado pelo estreante Júnior Paraíba, que após o bate e rebate na área do adversário, aproveitou a sobra e carimbou a redonda para o gol.

No segundo tempo, o Confiança voltou com Danilo no gol, Ney Maruim, Wallace Sergipano, Eron, Pedrinho, Flávio - que se machucou no decorrer da partida, e foi substituído por Luís Henrique -, Raulino, Wallace Pernambucano, Bibi, Danilo Bala e Warley.

Os 3 gols do segundo tempo foram marcados por: Wallace Pernambucano, um contra, após o zagueiro tentar interceptar um cruzamento feito por Danilo Bala e empurrar a bola para o gol, e um do atacante Warley.

“Gostei muito de como o grupo se comportou, principalmente no primeiro tempo, pois a equipe adversária estava melhor fisicamente, e o time que montamos para o primeiro tempo parece ter se concentrado mais na parte tática, e nas situações ofensivas. No segundo tempo, a parte física do adversário já não estava tão boa quanto no primeiro tempo, e o time que entrou, apesar de não conseguir desempenhar a parte tática tão bem quanto o primeiro grupo, conseguiu se impor em função dos valores individuais dos atletas. De uma forma geral, gostei muito do jogo, agora é corrigir os erros e continuar trabalhando, pois domingo temos um amistoso, contra uma equipe mais forte”, disse o técnico azulino.